Chegou do Ebay: sapatilhas!

Se tem uma coisa que eu nunca compro é sapato!
Não é piada, não… Eu nuuuunca compro mesmo!
Primeiro, eu não suporto (e não sei) andar de salto. Então, se não for em um casamento, formatura, etc, dificilmente me verão de salto alto.

Conclusão: estou sempre de sapatilhas! E isso faz elas durarem pouco ou quase nada…

Mas, fiz um teste comprando uma sapatilha baratinha no Ebay (9,99 dólares) e ontem ela chegou:

20140423-181726.jpg

20140423-181743.jpg

Ela não tem o melhor acabamento do mundo… Mas é SUPER confortável e, pros poucos meses que sei que ela vai durar comigo, tá ótima! Rs

Comprei aqui!

Lembrando que, se você for comprar sapatos em sites internacionais, não esqueça de converter a numeração! É só dar um google e você acha a tabelinha!

Beijos

7 opiniões sobre “Chegou do Ebay: sapatilhas!

  1. Olá.
    Muitas mulheres dizem que não sabem andar de salto alto, e outras acham que sabem, mas andam muito mal.
    Venho oferecer um curso para as interessadas. Sou professor de salto alto, mas já adianto que sou hétero, pois normalmente pensam que se trata de um cross-dresser, travesti, drag queen… Informo que sou tão macho que o meu lado feminino é “sapatão” :-)… Mas, ainda assim, ensino as mulheres a andar com elegância, classe, desenvoltura, segurança e graciosidade. Segue a descrição do curso:

    Curso “Como andar (bem!) de salto alto”
    O curso é composto por 4 aulas, uma por semana, com “lições de casa” para os 6 dias entre uma aula e outra. O objetivo é aprender a andar de salto alto com classe, elegância, naturalidade, desenvoltura, confiança e graciosidade. Os tópicos abordados e os exercícios são assim distribuídos:
    1ª Aula:
    Apresentações
    • Aprender a andar de salto é exatamente como aprender a tocar violão: 1. Aprender a Técnica e 2. Desenvolver musculatura e Memória Muscular;
    • Os vários tipos de calçado e suas características de estrutura e acabamento;
    • A difícil arte de escolher um sapato: Preço alto nem sempre é sinônimo de qualidade (apresento vários sapatos como exemplos);
    • Joanetes, joelhos e coluna;
    • “Fofinhos” de silicone (caros!) versus palmilhas para tênis recortadas (muito baratas!);
    • Como saber qual a altura máxima de salto que você pode usar para ter um andar natural e elegante;
    • Exercício respiratório para limpeza mental e centramento;
    • Postura: Coluna cervical, coluna lombar, ombros;
    • Exercício de distribuição de peso entre os dois pés e distribuição calcanhar/plantar.
    • O peso é no meio do pé. Se for errar, melhor errar para o lado do dedão. NUNCA o peso deve ir para os “dedinhos”!
    EXERCÍCIOS (“Lição de casa”):
    • Exercício de equilíbrio estático (descalça, com salto baixo, com salto alto e com sapato de pata);
    • Exercício de equilíbrio dinâmico ou “passo vai-e-vem” (idem).
    Estes exercícios também visam fortalecer a musculatura das pernas e dos pés.

    2ª Aula:
    • “Tomar a lição de casa” e apontar correções;
    • Demonstração dos andares horrorosos: Troglodita, Chaplin, papagaio, pernas abertas, pedalada, “bico pro céu”, andar de saracura, caubói, etc.
    • Extensão do passo, rotação do quadril, balanço do quadril – exercícios em aula;
    • O passo correto: pisar sem peso, depois transferir o peso – sem perder a postura;
    • Já pisa com o joelho na direção do passo. NUNCA pisar com o joelho pra fora e depois trazer para a posição correta (“caubói”).
    • Passa um joelho próximo ao outro, um pé próximo ao outro e já leva na posição de pisar (isto é, sem “caubói” e sem “bico pro céu”);
    • Exercícios de passo correto em aula (“dedinho da mão na parede” para ajudar o equilíbrio).
    EXERCÍCIOS (“Lição de casa”):
    • Exercício respiratório/centramento;
    • Exercício do passo correto em câmara lenta (descalça, com salto baixo, com salto alto e com sapato de pata);
    • Mesmo exercício em câmara superlenta (idem);
    Começa com “dedinho da mão na parede” e vai se desvencilhando dessa referência conforme vai adquirindo o equilíbrio necessário.
    • Andar em velocidade normal, com atenção à postura (idem).

    3ª Aula:
    • “Tomar a lição de casa” e apontar correções;
    • Demonstração do “software mental” que reduz a sensação de altura do salto – exercício com “tabuinhas” de 1,5cm de altura;
    • Demonstração dos andares possíveis, desde “quadril duro” até “sexy desvairada”;
    • Exercícios desses andares em aula;
    • Andar com os pés alinhados (chiquérrimo!) – exercício em aula;
    • Andar é uma coisa; ficar parada em cima de saltos é outra… exercício em aula.
    EXERCÍCIOS (“Lição de casa”):
    • Exercício respiratório/centramento;
    • Exercício dos andares, de quadril duro a “rebolation”;
    • Exercício de andar com os pés alinhados;
    • Definição, andando contra o espelho, do andar que se quer adotar;
    • Exercício de ficar parada em cima de saltos, assistindo à televisão – peso nos calcanhares; nunca na frente do pé. Resista a ficar soltando o peso só num pé e depois no outro.

    4ª Aula:
    • “Tomar a lição de casa” e apontar correções;
    • “Cat walk”: Treino em aula (para quem quiser. É opcional);
    • Extensão do passo, rotação do quadril e balanço do quadril no “Cat Walk”;
    • Rampas e escadas (treino depende de haver rampas no local; se não houver, na próxima semana haverá aula grátis na minha casa, que tem escada em caracol – a pior! – e tem rampa).
    • Dicas: Grelhas e ralos, canteiros, calçadas irregulares, desníveis; o efeito de uma simples pedrinha; tapetes com “argolinhas” e como evitar a enroscação fatal do salto; OLHE onde pisa – chão escorregadio, trilhos de portas e portões, etc.
    • O passo duplo para não cair se levar um encontrão lateral – treino em aula;
    • Acostumar-se com um sapato novo, antes de sair usando – nunca compre um sapato no dia em que vai ser madrinha de casamento e ficar em pé por uma hora ou mais… cada sapato é um sapato – treine, acostume-se com ele, veja se não pinica o dedinho, se não machuca o calcanhar, etc.
    EXERCÍCIOS (“Lição de casa”):
    • Exercício respiratório/centramento
    • Exercício de equilíbrio “Tentando se Auto-derrubar” (difícil de explicar por escrito…);
    • Exercício do passo correto em câmara lenta (descalça, com salto baixo, com salto alto e com sapato de pata);
    • Mesmo exercício em câmara superlenta (idem);
    • Treino de “Cat Walk” (só para quem quiser);
    • Andar em torno do quarteirão com salto bem alto: primeiro só vai até a esquina e volta; depois, anda até à outra esquina; por fim, vai até dar meia volta no quarteirão. Aí, tanto faz voltar como continuar… Convém levar um sapato baixo numa sacolinha 
    • Encerramento, brincadeira da entrega de certificado de conclusão do curso de salto alto do Prof. Rubens (certificação como “High Heeled Woman”  ).

    Preço (há quem chame de “investimento”):
    Um grupo normal é o de 5 alunas. O máximo seria de 6, mas podemos negociar).
    O custo por aula (em geral, cada aula dura de uma hora e meia a duas horas) é de R$ 260,00, ou seja:
    Se forem 4 alunas, custará R$ 65,00 por aula para cada uma;
    Se forem 5 alunas, custará R$ 52,00 por aula para cada uma;
    Se forem 6 alunas, custará R$ 43,00 por aula para cada uma.
    Promoção (ou “pra mocinha”): Se alguém conseguir 5 alunas o curso, para ela, sai de graça (desde que ela não conte para as outras  )…
    Local: Pode ser na minha casa, que fica no Alto de Pinheiros (Diógenes, perto da Saint Etiène), ou na casa de uma das alunas, ou no salão de malhação do condomínio; enfim, local não é problema.
    Rubens Ricardo Gianesella
    Cel. 99518.5722
    rubensrg@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: